fbpx

Francisco Maia
Presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio)

O gosto amargo do remédio chegou à boca mais cedo que todos esperávamos.
Menos de uma semana depois do GDF determinar o fechamento do comércio, hotéis, bares e restaurantes, para evitar a disseminação do coronavírus, o mercado se vê diante de demissões em massa. O sindicato que representa a categoria estima que se farão cerca de 4 mil homologações de afastamentos de empregados. Pelo Brasil inteiro, a estratégia de defesa de fechar lojas desacelerou o vírus, mas quase mata os pacientes. Tudo é necessário para conter a pandemia, mas no rastro das consequências surgiram milhões de desempregos e bilhões de prejuízos. Em São Paulo, com os shoppings fechados, os lojistas negociam até moratória para aluguel. No Rio, a interdição das divisas intermunicipais abala a economia e já ameaça seriamente a vida dos municípios. O comunicado do governador do Distrito Federal sobre o fechamento dos shoppings, por tempo indeterminado, gerou preocupação em relação à economia local, mas é preciso ficar claro que, algumas vezes, necessitamos nos sacrificar sempre que for necessário o bem comum.

Para não causar mais sacrifícios à economia, buscamos junto ao governador Ibaneis Rocha, do DF, facilidades em linhas de crédito para empresários locais. Prontamente, o Banco de Brasília (BRB) anunciou a abertura de uma linha de até R$ 1 bilhão. Diante de nós, tínhamos, nua e crua, a dimensão do tsunami. Trabalhamos sempre com a verdade, mas ela nos faz sofrer. Nas grandes doenças públicas, melhor assim: a verdade pode ser um remédio amargo, mas é aquele que nos permite lucidez, equilíbrio e responsabilidade.

O grande médico de todas as doenças vive dentro de nós. O desejo consciente de querer ficar bom ajuda os homens e as sociedades. É essa postura que vencerá o vírus e transformará o convívio humano. A onda de solidariedade que estamos praticando serve de lição e é didática. Assim, o Brasil será melhor, pois nenhum governo ruim prospera quando o povo é organizado.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.