Nova gestão da Fecomércio-DF completa um ano de grandes realizações com a marca da inovação

No próximo mês de fevereiro, a gestão de Francisco Maia como presidente da Fecomércio-DF completa um ano. Ao assumir o cargo, ficou estabelecido que os principais objetivos do mandato seriam: fortalecer os sindicatos da Federação, promover uma aproximação com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), integrar as entidades do Sistema em Brasília e avançar na representatividade da instituição perante os poderes constituídos e a sociedade brasiliense. Desde então, a Fecomércio tem trabalhado para cumprir essas diretrizes, defendendo o setor produtivo e estimulando ações que busquem a inovação e a modernização dentro das instituições do Sistema Comércio no DF (Fecomérico, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio).

De acordo com Francisco Maia, foi um ano de aprendizado e muitas realizações. “O grande orgulho da nossa gestão até aqui tem sido o desenvolvimento dos sindicatos da Fecomércio e o fortalecimento dos setores de comércio, serviços e turismo, gerando emprego e qualidade de vida para população brasiliense. A busca pela inovação e oxigenação dentro do nosso Sistema também tem sido permanente”, ressalta. “O Sesc, dirigido pelo Marco Tulio Chaparro, e o Senac, pelo Antonio Tadeu Perón, foram fundamentais nesse propósito. Juntos, valorizamos o social e a educação profissionalizante, realizando milhares de atendimentos, grande parte gratuitos, em áreas como saúde, educação, esporte, cultura, turismo e lazer, privilegiando sempre o setor produtivo, os comerciários e a população mais carente. A Fecomércio, com seus diretores e presidentes de sindicatos, é quem administra esse Sistema. Unidos, fazemos sempre mais.”

Em 2020, a Fecomércio pretende fazer ainda mais. Serão inauguradas as novas sedes do Sesc, Senac e da Faculdade Senac, com prédios modernos e acessíveis. A entidade participará da festa de 60 anos de Brasília, com participação total do Sistema, e com um musical de Oswaldo Montenegro em homenagem a cidade, contratado pelo Sesc-DF e batizado de “E agora Brasília?”. Outro projeto é a Semana Brasília, que contará com uma série de ações para aquecer o comércio da cidade durante o mês de aniversário da capital.

Principais realizações

Sabendo da importância em buscar a autosustentabilidade dos sindicatos que compõem a Fecomércio-DF, a gestão de Francisco Maia remodelou o trabalho e a assessoria prestada para os sindicatos. “Lançamos em 2019 um novo modelo de gestão do Núcleo de Atendimento Sindical, apoiado na inovação e busca por novas fontes de receita.” Com essa diretriz, foram realizados três encontros sindicais para dar novo direcionamento as entidades patronais do comércio brasiliense.

Outro destaque foi a criação de novas câmaras setoriais para discutir e aprimorar o setor terciário em Brasília. Em 2019, foram lançadas as câmaras de Tributação e Finanças Públicas; de Mulheres Empreendedoras; e de Economia Criativa. Além disso, foi relançada a Câmara de Inovação e Tecnologia da Informação. A Câmara de Turismo e Hospitalidade, lançada em 2016, presidida por Francisco Maia, continua trabalhando pelo crescimento do turismo e realizou grandes projetos em 2019, como o Natal Sempre Monumental.

Natal Sempre Monumental

Uma megaestrutura foi montada na Torre de TV, com uma superprodução natalina e atrações que foram do dia 8 de dezembro até 6 de janeiro. Foram 30 dias de muita alegria, que fizeram renascer o Natal em Brasília. A abertura contou com show da cantora sertaneja Naiara Azevedo, apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, queima de fogos e números de balé. O Pavilhão do Sesc instalado no local ofereceu atividades gratuitas para população durante todo período. A Torre de TV foi iluminada todos os dias e a fonte foi recuperada. Estima-se que mais de 200 mil pessoas passaram pelo Natal Sempre Monumental e R$ 15 milhões foram gerados em negócios relacionados ao turismo.

A atual gestão também priorizou por uma aproximação com o Executivo e Legislativo local, sempre buscando defender as pautas de interesse do setor produtivo. A CNC também foi outra grande parceira nos projetos realizados. “Tenho muito a agradecer a Confederação Nacional do Comércio, onde tivemos apoio total do presidente José Roberto Tadros, grande amigo e companheiro que trouxe enorme progresso para o comércio do País”, ressalta Maia.

Outro projeto que ganhou força em 2019 foi o Mesa Brasil, um programa de combate à fome e ao desperdício, que arrecadou 30% a mais de alimentos em comparação com 2018. “É um programa de uma importância social muito grande. É necessário frisar que ainda existem pessoas passando fome no País”, ressalta Francisco Maia. A Fecomércio-DF também trabalhou em parceria com o Banco de Brasília (BRB) para fomentar as linhas de crédito aos empresários e oferecer facilidades para as empresas. Pensando no meio ambiente, conseguiu junto com o Sindisuper e SLU a aprovação de uma lei que pretende acabar com o uso de sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais. Outro ponto crucial foi o trabalho pela modernização da Junta Comercial, que passou a ser gerida pelo DF em 2019. A gerência da entidade é compartilhada entre o setor produtivo, tendo total apoio da Fecomércio-DF.