Segmento de bombeiro civil completa 11 anos desde a regulamentação

A profissão e o segmento de bombeiros civis completaram neste domingo (12) 11 anos no Brasil. A lei que regulamenta a atividade (11.901) foi sancionada em 2009. O presidente do Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços e Especializadas em Bombeiro Civil do Distrito Federal (Sepebc), José Evanio dos Santos, avalia que a entidade vem batalhando para fortalecer as empresas e os profissionais da área, com apoio da Fecomércio-DF.

“Nestes 11 anos, o sindicato trabalhou muito para poder contribuir nacionalmente com a profissão. Também lutamos para despertar a consciência da sociedade para a prevenção. Acredito que essa data é um marco para a cultura prevencionista no Brasil e motivo de muita alegria”, afirma o presidente do Sepebc, José Evanio dos Santos. A entidade filiou-se a Fecomércio em 2014. Segundo ele, a Federação foi uma das principais apoiadoras dos empresários da área. “Trabalhamos juntos com a Fecomércio para proporcionar ao mercado profissionais gabaritados que gerem uma convicção da segurança e de atuações preventivas”, destaca.

Para comemorar a data, alunos do curso de bombeiro civil do Senac participaram de uma ação na Rodoviária do Plano Piloto, das 14h às 19h, no domingo (12). Na oportunidade, foi realizada uma ação de sensibilização da cultura da prevenção, além da oferta de rapel, com instrutores credenciados, demonstração de trabalho em altura com segurança e a divulgação de empresas de formação de bombeiros civis.

Segundo o sindicato, o DF conta atualmente com 60 empresas prestadoras de serviços e uma média de 50 empreendimentos formadores de profissionais. Ainda existem empresas que vendem itens de segurança, de prevenção, que também são empresas abrangidas pelo Sepebc.