Índice de Confiança do Empresário do Comércio do DF apresenta menor patamar do ano em agosto

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio do DF (Icec-DF) caiu 1,6 pontos em agosto na comparação com julho deste ano, fixando-se em 121,5 pontos – o menor patamar em 2019 e o menor desde dezembro de 2018 (118,5). Antes, o menor índice havia sido registrado no mês anterior (123,1). Quando comparado com o mesmo período do ano passado, porém, o Icec teve alta de 12,2 pontos. É o que mostra a pesquisa divulgada pela Fecomércio-DF. Números acima de 100 indicam otimismo.

O presidente da Federação do Comércio, Francisco Maia, explica que o empresário ainda está cauteloso em relação a economia brasileira e isso afeta a confiança dos empreendedores, porém o indicador permanece positivo. “Na comparação anual, visualizamos uma melhora significativa no aumento da confiança dos empresários brasilienses”, diz Maia. “Isso demonstra, que o empresário prevê uma melhora no cenário a longo prazo”, completa o presidente.

O estudo mostra que 7,5% dos entrevistados afirmaram que a economia do País melhorou muito em agosto; 37,9% disseram que melhorou pouco; 29,7% responderam que piorou pouco e 24,9% acreditam que piorou muito. Em relação as condições atuais das empresas do DF, 8,3% responderam que melhorou muito; 41,7% que melhorou pouco; 27,4% que piorou pouco (27,4%) e 22,6% que piorou muito. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) detecta as tendências do setor, do ponto de vista do empresário. A amostra é composta por aproximadamente 6 mil empresas e os índices, apurados mensalmente, apresentam dispersões que variam de zero a 200 pontos.

Entre em contato.