Impostos chegam a quase 50% do preço do material escolar

O peso dos tributos embutidos nos preços do material escolar vai de 15% a 50% do valor final do produto. É o que mostra levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), divulgado nesta quinta-feira (10). A maior carga tributária, de 49,95%, é a da caneta. Outros itens também têm carga elevada, caso do lápis (34,99%), caderno (34,99%), borracha (39,29%) e mochila (39,62%). Outros produtos da lista são calculadora (44,75%), régua (44,65%), tesoura (43,54%) e agenda (43,19%). O item menos taxado é o livro (15,52%), que tem isenção de PIS, Cofins, ICMS e IPI.

Entre em contato.