Fecomércio firma parceria com o BRB para oferecer benefícios aos sindicatos

Presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, em reunião de diretoria na Fecomércio-DF.

O presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, anunciou na noite desta segunda-feira (7), em reunião de Diretoria na sede da Federação, a parceria firmada com a Fecomércio-DF para oferecer benefícios aos sindicatos e empresas associadas. O novo presidente do Banco de Brasília apresentou uma série de benefícios aos empresários como redução na taxa de juros do cartão, 180 dias de carência para pagar qualquer empréstimo com o BRB e maquina do cartão de crédito sem aluguel nos três primeiros meses.

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, presidiu a reunião e informou aos diretores que a Federação contará também com um espaço empresarial na sede da entidade, no terceiro andar. Nele, haverá uma equipe permanente que ficará à disposição dos sindicatos e empresários. “Vamos trazer o BRB pra perto da Federação e criar esse espaço empresarial. A presença do BRB na Fecomério será constante, com um plano de excelentes benefícios”, explicou Francisco Maia. A ideia é que o banco ofereça consultoria financeira e ajude as empresas em operações bancárias. O presidente do BRB, Paulo Henrique, disse que a criação do espaço é um das metas do governo de construir uma parceria com o setor produtivo. “Nós vamos trazer uma equipe permanente do BRB pra ficar à disposição dos empresários com o objetivo de oferecer consultoria financeira e estruturar as operações. Ou seja, uma plataforma com característica e condição de fazer qualquer operação bancaria que uma agencia faz”, disse.

De acordo com Paulo Henrique, um dos pedidos do Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, é criar um banco forte, que seja protagonista no desenvolvimento econômico, social e humano, além de ser parceiro dos empresários. “Fiquei muito honrado pelo convite em construir uma parceria com a Fecomércio. O governador deixou muito claro qual era o nosso objetivo: construir um banco forte que fosse protagonista no desenvolvimento econômico do Distrito Federal. Um banco parceiro dos empresários, ou seja permitir que o banco avançasse no papel de fomento e esteja junto do setor produtivo com o objetivo de gerar emprego e renda”, destacou Paulo Henrique.

Durante a reunião, Paulo Henrique apresentou um conjunto de ações que serão oferecidas as empresas associadas aos sindicatos da Fecomércio.-DF. A primeira delas é redução na taxa de juros de antecipação de cartão. “Essa taxa é de R$ 2,99. A gente vai oferecer pra todos os associados dos sindicatos uma taxa de R$ 1,99 pelos primeiros seis meses, que é quando a gente vai avaliar como prosseguir com isso”, disse Paulo. Além disso, os empresários terão também 180 dias de carência para pagar qualquer empréstimo com o BRB, máquina de cartão de crédito sem aluguel nos três primeiros meses, e pra todas as empresas que faturarem acima de 20 mil reais isenção permanente do aluguel dessa maquina. “Vamos oferecer também 100% de desconto na anuidade do cartão de crédito corporativo, isenção do pacote de tarifas nas operações bancarias, 20% de desconto nas tarifas da emissão de boletos”, explicou.

Entre em contato.