Francisco Maia, presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio)

Eu sempre enxerguei a Federação do Comércio como um espaço de grandes decisões e debates sobre Brasília. Foi com essa visão que os seus fundadores Newton Rossi eMiguel Setembrino me levaram para entidade. Com esse olhar eu também pretendo guiar a gestão para qual fui eleito presidente, por unanimidade, na semana passada. Renovando esses princípios fundamentais, amparado pela ética e a força do trabalho, atuarei firmemente para fortalecer nossa estrutura sindical, promover um alinhamento com a Confederação Nacional do Comércio (CNC) e avançar cada vez mais na representatividade perante os Poderes e a sociedade brasiliense.

Ser eleito presidente da Fecomércio- DF significa a oportunidade de representar os setores econômicos que transformaram a minha vida e priorizar os seus sindicatos. Sempre atuei nas áreas de comércio, serviços e turismo e é uma honra poder retribuir lutando por essas atividades. Hoje, somos os maiores empregadores da capital federal, responsáveis por mais de 93% do PIB privado da cidade. Com essa relevância, queremos nos aproximar dogoverno, da imprensa, das organizações e do cidadão para, juntos, discutirmos e trabalharmos pelo futuro do Distrito Federal, preservando a cidade e a qualidade de vida de seus habitantes.

Com a união dos empresários e trabalhadores do comércio, com certeza nós conseguiremos cumprir essa missão. Também defenderemos a atuação e o legado do Sistema S. Junto com a CNC, por meio do presidente José Roberto Tadros, do primeiro vice-presidente Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante, e do vice-presidente administrativo Luiz Gastão Bittencourt, iremos aprimorar a gestão do Sesc e do Senac no DF, dando mais transparência a essas instituições e atendendo cada vez melhor os seus usuários.

Todo esse Sistema e mais o Instituto Fecomércio estão de portas abertas para Brasília. Contem conosco, estamos prontos para ajudar a cidade em suas decisões mais importantes.

Entre em contato.