Redes sociais :
Empresários querem mais recursos para o comércio

Os empresários e representantes dos segmentos de comércio e serviços reivindicam a aplicação de até 50% da dotação reservada do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) ao Distrito Federal em empreendimentos desses setores.

Atualmente, 80% dos recursos do fundo precisam ser investidos pelos estados em agropecuária e indústria e apenas 20% em comércio e serviços.

O vice-presidente do Sistema Fecomércio-DF, Miguel Setembrino, se reuniu com o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), com o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, Jacques Pena, e com líderes empresariais para discutir essa mudança na aplicação dos recursos do FCO.

“Existem muitas solicitações, porém poucos recursos.

Como a nossa vocação é comércio e serviços, a verba destinada a esses setores não são suficientes.

Queremos aumentar a participação do DF no FCO”, ressalta Setembrino.

Para consolidar a ideia, o senador Rollemberg apresentou um projeto de lei alterando esses índices.

“Os governos do DF nunca se mobilizaram pelo FCO, mas agora isso mudou e nosso pleito está respaldado pela realidade e pelas características do DF”, explicou Rollemberg.

O projeto do senador prevê que esse limite de aplicação do FCO em comércio e serviços seja alterado apenas para o DF.

Foto: Sheyla Leal

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo