fbpx

Potencial para Economia Criativa pode transformar o DF em referência nacional

No momento de retomada do desenvolvimento econômico, o Distrito Federal se prepara para exercer todo o seu potencial no campo da Economia Criativa. Considerado importante polo com vocação para esse segmento, as cidades acumulam prêmios em categorias culturais, arquitetônicas, turísticas e possuem espaços públicos considerados ideais para a implementação de práticas inovadoras. Esses e outros aspectos de Brasília e das Regiões Administrativas que integram o quadrado no mapa brasileiro foram destaques na oitava edição do Fórum Econômico Pós-Pandemia, realizada nesta quarta-feira (29), promovida pela Secretaria de Economia do DF.

Com participação da coordenadora das Câmaras Empresariais da Fecomércio-DF, Caetana Franarin, e da arquiteta e urbanista mestre em Desenvolvimento Sustentável, Fernanda Messias, o bate-papo online contou com a mediação da secretaria- executiva de Acompanhamento Econômico do DF, Patricia Café, que representou o secretário de Economia, André Clemente.

Pela Câmara de Economia Criativa da Fecomércio-DF, Franarin destacou as ações em curso que irão nortear os trabalhos do setor, interrompidos pela pandemia. Segundo ela, duas propostas legislativas e um estudo abrangente com a Universidade Católica facilitarão a execução de ações concretas. Um dos projetos de lei em andamento foca na criação de cinco distrito criativos no DF. Com apoio direto do GDF, empresários do ramo terão subsídios e estímulos para se instalarem em espaços específico. Outra proposta de lei mira na transformação de Brasília na capital do turismo cívico, assim como sua cidade irmã, a norte-americana Washington (EUA).

“A pandemia nos trouxe mais maturidade e mostrou que a Economia Criativa não é para amadores. Aqui no DF temos a sorte de ter um secretário (André Clemente) que possui uma visão peculiar sobre a transversalidade dos diferentes tipos de economia, como a criativa, a circular e a cultural. Ele sempre foi muito receptivo com todas as nossas demandas”, destacou a coordenador da câmara temática da Fecomércio. Segundo ela, a Economia Criativa engloba diretamente 17 setores, além de outros 12 indiretamente.

A arquiteta Fernanda Messias abordou um estudo feito para a Secretaria de Turismo e destacou que momento é propício não só para o Brasil, mas para todo mundo, já que a ONU classificou 2021 como sendo o ano da Economia Criativa para o desenvolvimento sustentável. “Calhou de cair no meio da pandemia, talvez porque a gente tenha que pensar diferente do que a economia vem sendo pensada até então”, disse.

Messias frisou que as mudanças e adaptações provocadas nesse período irão ditar novos comportamentos, como manutenção do home office, das aulas online, utilização de espaços públicos abertos, além de padrões de consumo. Segundo ela, o DF tem grande potencial para se adaptar às 20 tendências elencadas pela revista inglesa The Economist para os próximos anos.

Ao final do debate, a secretaria-executiva de Acompanhamento Econômico do DF elogiou o conteúdo das palestras e destacou que parte do que foi dito já está encaminhado pela Pasta. Ela lembrou das ações do GDF inseridas o programa Pró-Economia 1, que consiste em um pacote de medidas para combater os efeitos da crise. Entre elas o diferimento de impostos e redução nas alíquotas para diferentes setores atingidos pela pandemia.

O encontro desta quarta-feira (29) foi a oitava edição do Fórum Pós-Pandemia, que já recebeu os setores de transporte; construção civil e imóveis; moda e vestuário; turismo, hospedagem e gastronomia; tecnologia da informação e comunicação, inovação e startups. Estão previstos 13 encontros para abranger todo o setor produtivo do DF.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.