fbpx

Vice-presidente da Fecomércio reclama do descaso com a W3 Sul

por acm

Em um artigo intitulado Sinal dos Tempos, o primeiro vice-presidente da Fecomércio-DF, Miguel Setembrino Emery de Carvalho, fala sobre o descaso com a principal avenida do Plano Piloto, a W3. Para ele, a outrora principal artéria econômica da cidade é hoje um “espantalho do que foi, largada às traças, com centenas de imóveis comerciais fechados, gerando prejuízo e insegurança para a população”.

Leia a íntegra do artigo:

Sinal dos tempos

Miguel Setermbrino Emery de Carvalho

Vice-presidente da Fecomércio-DF

Tenho um amigo que diz que sempre quando chega a um país ou a uma cidade que não conhece e deseja saber como caminha a economia local, procura prestar atenção na quantidade de placas de vende-se ou aluga-se imóveis espalhadas pela rua. Se forem muitas, ensina-me, é sinal de que a situação não vai nada bem.

Sorte que esse amigo frequenta muito Brasília e não corre o risco de se assustar, pois ao passar por certos logradouros da cidade, em especial a W3 Sul, terá a medida exata da hecatombe econômica que nos assola. A outrora principal artéria econômica da cidade é hoje um espantalho do que foi, largada às traças, com centenas de imóveis comerciais fechados, gerando prejuízo e insegurança para a população.

Projetos de revitalização, como o mais recente VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), pensado para a Copa do Mundo (seria um dos legados), vão sendo postergados para as calendas e a via relegada a um abandono que só faz aumentar sua degradação, tornando qualquer recuperação futura muito mais onerosa e, talvez por isso, inviável. Círculo vicioso.

E a situação se espraia para toda a cidade, ao ponto de se alguém dispuser de recursos para comprar um imóvel em Brasília, o momento é mais que propício. E se puder pagar à vista, então, as possibilidades de realizar um excelente negócio aumentam exponencialmente, uma vez que o mercado imobiliário local está em crise, ainda que construtores e agentes do mercado se benzam cada vez que ouvem essa palavra.

Mas, a verdade é que, depois de muito tempo, finalmente o poder de barganha passou para a mão dos compradores, invertendo uma tendência que parecia imutável na capital. Nos dois últimos anos, a queda na venda de apartamentos novos e usados foi da ordem de 12% e a quantidade de lançamentos despencou de forma generalizada, principalmente no Setor Noroeste, que registrou uma queda de incríveis 42%.

E os preços? Ah, os preços tiveram, enfim, que ser reajustados para baixo, coisa jamais vista no mercado candango, onde até pouco tempo atrás, com a desaceleração econômica, se apostava pelo menos na estabilização dos preços nos patamares em que se encontravam.

Mas agora, face a situação, aqui e ali já é possível entreouvir trechos de discursos mais realistas, que confirmam a percepção geral de que o mercado imobiliário candango sempre operou fora da realidade e que a crise econômica, já com força de tsunami e não mais aquela marolinha, se encarregou de fazer com que os operadores começassem a praticar preços mais em conta, em nome da própria sobrevivência. Sinal dos tempos…

Já foi pra rua?

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.