fbpx

Vice-presidente da Fecomércio fala sobre a insatisfação popular

por acm

Em um artigo intitulado Futuro Incerto, o primeiro vice-presidente da Fecomércio-DF, Miguel Setembrino Emery de Carvalho, fala sobre a insatisfação popular e o temor quanto ao futuro. Para ele, ao contrário do que preconiza a cúpula governamental, não são os ricos, brancos e golpistas que tramam contra a “democracia petista”. Miguel Setembrino acredita que o povo brasileiro parece resolvido a dar um basta, um último e derradeiro aviso ao condomínio do poder.

Leia a íntegra do artigo:

Futuro incerto

Miguel Setembrino Emery de Carvalho

Juro que havia me pautado para escrever sobre outro assunto nesse domingo, dia 15. Abordaria temas econômicos e conjunturais afeitos ao mercado imobiliário candango, mas, sinceramente, não deu para evitar, haja vista que, mesmo escrevendo antes da ocorrência das manifestações marcadas para acontecerem justamente hoje, creio que ninguém prestaria atenção em outro assunto que não fosse esse, o da insatisfação popular e o temor quanto ao futuro.

Escrevo essas mal tecladas linhas, em meados da tarde da sexta-feira 13 (prazos de fechamento editorial e industrial do jornal), ao mesmo tempo em que tento acompanhar as contramanifestações marcadas para ocorrerem neste dia tão simbólico (13), em que os apoiadores do governo, mas não de sua política econômica, social e trabalhista (haja esquizofrenia), também saem às ruas clamando por correções de rumos. Pelo que pude acompanhar, a adesão foi muito aquém da que esperavam seus organizadores e marcou mais um ponto desfavorável no marketing governista, ao revelar cruamente a sua escassa rede de apoios.

Quanto à marcha de iniciativa popular, essa sim com um caráter bem mais político e de insatisfação geral, passando por temas como ética, economia, governança, corrupção, estelionato eleitoral, dentre outros, espera-se que arraste um número considerável de manifestantes que, afinal, vêm se organizando há algum tempo, via redes sociais, por todo o País, tentando dessa vez amalgamar de forma mais consistente e contundente a insatisfação que permeia todo o nosso tecido social.

Ao contrário do que preconiza a cúpula governamental, não são os ricos, brancos e golpistas que tramam contra a “democracia petista”. Estes, já faz tempo, vêm se refestelando na orgia financeira patrocinada pelo compadrio governamental, vide bancos, empreiteiras ou demais empresas “campeãs” e amigas da “classe operária” no poder.

Que prestem mais atenção, pois quem vai às ruas nesse domingo é o povo brasileiro que parece resolvido a dar um basta, um último e derradeiro aviso ao condomínio do poder que, como bem dizia famosa banda de rock da cidade, a Plebe Rude, o concreto já rachou. A casa caiu, malandragem!

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.