fbpx

Adelmir Santana

Presidente da Fecomércio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

 


 

Passadas as eleições, é preciso desmontar os palanques. O processo de transição requer, sobretudo, objetividade e transparência, sem revanchismos. Essas são características fundamentais para garantir os entendimentos necessários entre os que saem e os que chegam. Tudo indica que 2015 será um ano difícil. No Distrito Federal, o maior desafio é enxugar a máquina do Estado, criando condições para que o Poder Executivo possa responder os anseios da população com mais agilidade.

Até agora, a transição no DF tem sido bem conduzida. A equipe nomeada para assumir a tarefa seguiu critérios técnicos, integrada por professores da Universidade de Brasília (UnB), servidores locais e federais e especialistas nas mais diversas áreas. A postura republicana do governador eleito Rodrigo Rollemberg e do atual governador Agnelo também colabora para que se possa chegar a um retrato fiel da situação em que se encontra o Distrito Federal hoje. Os problemas mais graves já são de conhecimento da sociedade, mas é preciso aprofundar a análise.

Nesse sentido, como entidade representativa dos empresários e do setor econômico, a Fecomércio quer contribuir com a elaboração desse diagnóstico. Há dois anos, temos discutido com especialistas soluções para problemas nas áreas de educação, saúde, segurança, mobilidade urbana e desenvolvimento econômico. A nossa ideia é entregar o resultado desse projeto, chamado Brasília 2015, para o novo governador.

Esperamos que o trabalho possa ser aproveitado nessa fase de transição ou seja incorporado pelo governo. Em síntese, esse documento representa uma posição dos empresários do Comércio sobre a capital e apresenta diretrizes capazes de garantir um futuro melhor para a população do DF. Acreditamos que o caminho para transformar a realidade brasiliense passa por uma gestão eficiente, focada na inovação e sustentada por um planejamento bem feito.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 10/11/2014.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.