fbpx

Substituição tributária

por acm

Por Adelmir Santana
Presidente da Fecomércio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

 

As micro e pequenas empresas devem receber um tratamento diferenciado e favorecido. Essa não é uma determinação qualquer. Está no artigo 146 da Constituição Federal. A introdução dessa regra, por meio de uma emenda, exigiu um grande esforço político e a aplicação desse princípio permitiu, em 2006, a criação do Estatuto Nacional da Micro e Pequena Empresa, conhecido como Lei Geral. Passados mais de seis anos, inúmeras vantagens foram conquistadas,mas é preciso avançar mais. Sobretudo, se quisermos fazer valer esse importante preceito constitucional.

Hoje, o princípio do favorecimento aos micro e pequenos empreendedores esbarra na questão da substituição tributária. Na prática, essa forma de arrecadação de impostos elimina os benefícios dos pequenos. Quando a Lei Geral surgiu, e com ela um pacote de outras medidas, foi criado também um regime tributário específico para os micros empresários – o Simples Nacional – com a redução de impostos e a simplificação de processos. Enquanto senador da República pelo DF, entre 2007 e 2011, tive a satisfação de ter relatado modificações que aperfeiçoaram essa legislação. Mas o Simples perde a razão de ser quando o pequeno tem que pagar também a substituição tributária.

Ao recolher antecipadamente o ICMS, o Estado cobra do empreendedor, inscrito no Simples, duas vezes o mesmo imposto, o que torna o negócio inviável. É preciso corrigir esse problema se quisermos fortalecer a economia nacional. Por isso, é tão importante aprovar o Projeto de Lei Complementar 237/2012, que trata do assunto. Caso contrário, os grandes continuarão a receber incentivos dos governos estaduais e os pequenos continuarão sendo penalizados. A situação é ainda mais esdrúxula ao percebemos que mais de 60%dos empregos no Brasil são gerados por pequenas e micro empresas. É hora de resolver a questão e rever a substituição tributária para os optantes do Simples.



Publicado originalmente no Jornal de Brasília 09/12/2013.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.