fbpx

Sindicato dos fotógrafos amplia base de atuação no DF

O Sindicato dos Fotógrafos e Cinegrafistas do DF (Sinfoc-DF) ampliou a sua base de atuação. Agora, a entidade ficará responsável pelo interesse de qualquer pessoa jurídica ligada ao ramo de fotografia ou cinema. A certidão da extensão da base da entidade foi recebida pelo presidente do Sinfoc, Fernando Bizerra, na sexta-feira (14). Bizerra explica que esse assunto era uma luta antiga do sindicato. Com o acréscimo desses profissionais a instituição ganhará mais força, garante o presidente. “Qualquer pessoa jurídica que tenha atividade ligada à fotografia fará parte da base do nosso sindicato. Acredito que essa mudança será benéfica, pois cria-se uma representação maior para entidade, além de formar uma união maior para o setor de fotógrafos da capital do País”, explica Bizerra.

O presidente do Sinfoc lembra ainda que o sindicato vem lutando para fortalecer cada vez mais a profissão no DF. Segundo Bizerra, a entidade está acompanhando o tramite do Projeto de Lei nº 64/2014, do deputado Fernando Torres (PSD-BA), que define como aptos ao exercício profissional de fotógrafo os diplomados em fotografia no ensino superior ou técnico. Os que não têm diploma também poderão exercer a profissão, desde que na data de início de vigência da nova lei tenham exercido a atividade por, no mínimo, dois anos.

“Aprovar esse projeto é a nossa batalha maior. O PL já passou pela Câmara dos Deputados, mas falta ainda a votação no Senado. Embora a nossa profissão seja centenária nunca foi reconhecida, o que existe é a categoria de repórter fotográfico, que é um braço da atividade jornalística”, diz Bizerra. “As principais vantagens, se a lei for aprovada, é que viramos profissão, passaremos a ter direito a pleitos econômicos, além de regulamentar o exercício, teremos direitos trabalhistas e uma série de benefícios de todas as outras profissões regulamentadas”, ressalta.

Outro Projeto de Lei que interessa o setor é o PL n º 141/2015, de autoria do deputado Rodrigo Maia, que dispõe sobre a isenção de impostos e de contribuições na importação de equipamentos e materiais para uso exclusivo das profissões de fotógrafo, repórter fotográfico e cinematográfico, cinegrafista e operador de câmera. “Será um benefício enorme para a nossa categoria, fortalecerá os comerciantes do segmento que poderão comprar do distribuidor oficial e acabará com o mercado paralelo, que hoje, infelizmente domina a área em Brasília”, afirma Bizerra.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.