fbpx

Relação harmoniosa

por acm

O cenário político local é de crise econômica e transição na equipe cie governo. Os acontecimentos recentes nos mostram mais uma vez como é difícil administrar uma unidade federativa quebrada financeiramente – segundo afirma a gestão atual – e como é duro romper com velhos hábitos. Mas esse esforço vale a pena. Brasília precisa, sobretudo agora, defender os ideais de ética e transparência responsáveis pela eleição do governador Rodrigo Rollemberg. Se quisermos realmente construir uma relação de independência entre os Poderes não podemos abrir mão da luta por uma nova forma de se fazer política. Mesmo diante de uma conjuntura complicada, ainda é cedo para a sociedade brasiliense desistir. Um novo jeito de se fazer política passa necessariamente pelo rompimento com as práticas do passado.

Não há mais espaço hoje no Distrito Federal para toma lá da cá, troca de favores ou loteamento político. É evidente que não se pode generalizar, mas nas últimas décadas o que se viu foi uma relação conflituosa e pouco republicana entre o Executivo e o Legislativo local. Quase sempre os interesses individuais e corporativos foram postos acima dos interesses coletivos. Isso não apenas resultou em escândalos, como prejudicou Brasília.

Apesar de toda a repercussão negativa, a crise abre espaço para o governador, para os deputados distritais e para os secretários insistirem no modelo comprometido com a ética, pois tenho certeza que todos acreditam nesse ideal.

Se houve falhas na relação inicial entre o GDF e a Câmara Legislativa, é o caso de aparar as arestas. O que não se pode fazer é abandonar a tentativa de estabelecer uma nova relação entre esses Poderes, pautada no bem da população, na ética e na transparência. O Executivo também precisa aprimorar o diálogo com os parlamentares, com o setor produtivo, com as entidades de classe e com os demais setores da sociedade. Mas investir na mudança não é um erro. Pelo contrário, isso fará um bem enorme ao Distrito Federal.


Adelmir Santana
Presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc Senac e Instituto Fecomércio)

Publicado originalmente no Jornal Alô Brasília, 15/06/2015.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.