Quantidade de imóveis ofertados recuou em setembro, diz Secovi-DF

O mês de setembro teve recuo de 1,18% na quantidade de imóveis ofertados em relação ao mês de agosto, segundo dados do Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal. Na parte residencial, 74,24% da amostragem é composta por apartamentos (82,76% voltados para a locação e 17,24% para comercialização) e 25,76% são casas (90,93% são voltadas para locação e 9,17% para comercialização). Na parte comercial, 64,90% da amostra é composta por Salas Comerciais (42,39% para Comercialização e 57,61% para Locação) e 35,10% por Lojas ( 40,77% para Comercialização e 59,23% para Locação).

Em setembro, o índice de Rentabilidade Residencial apresentou seus maiores valores na região de Águas Claras. Em Brasília, o maior valor de rentabilidade foi para apartamento de um dormitório , de 0,40%, seguido por quitinete, no valor de 0,39%. No Guará, a categoria cuja rentabilidade se destacou foi também a de quitinetes (0,38%).  Já a rentabilidade dos imóveis comerciais em Águas Claras apresentou 0,67% para lojas e nas salas comerciais a rentabilidade foi de 0,62%. No entanto, o Setor de Indústria atingiu 0,88% de rentabilidade para lojas, no mês de setembro. Em Brasília, as lojas apresentaram 0,53% de rentabilidade e as salas 0,45%, mantendo-se estável nos últimos meses.

Entre em contato.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt