Portal Brasília City é lançado durante 2º Seminário: Destinos Turísticos Inteligentes

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) e o Sebrae-DF realizaram nesta quinta-feira (11), no Centro de Convenções Brasil 21, das 8h às 18h, a segunda edição do Seminário: Destinos Turísticos Inteligentes. O evento marcou o lançamento do portal Brasília City (www.brasiliacity.com.br), uma iniciativa das duas entidades com apoio do jornal Correio Braziliense. “As pessoas passam horas procurando por opções de hotéis, restaurantes ou por um simples passeio pela cidade na internet. O Brasília City concentra tudo o que os turistas precisam saber para definir Brasília como destino de viagem”, explicou o presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia. Ele fez a abertura do seminário e destacou que a ideia do portal é trazer informações sobre o DF de forma completa e atrativa.

Maia afirmou que esse é o melhor momento para alavancar o turismo na capital da República. A Fecomércio está fazendo parcerias importantes e executando projetos para aumentar o número de visitantes na cidade. De acordo com ele, o turismo não teve nos últimos anos a devida atenção por conta da falta de recursos. Mas hoje o Executivo local está começando a dar o valor devido à área, tão importante para o crescimento econômico do DF. “Está na hora da capital do País. Vamos trabalhar para trazer grandes eventos e investimentos para cidade”, ressaltou Francisco Maia. Ele falou também das ações da Câmara de Turismo e Hospitalidade da Federação, entre elas citou o projeto Marca Brasília, concurso realizado em 2017 que escolheu a melhor identidade visual para representar a capital da república. A ideia é promover ainda mais a marca.

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, também participou do seminário. “Estamos no melhor momento do setor, com um cenário nacional favorável. Em Brasília, comemoramos os 100 dias de gestão do governo local, onde a secretaria entregou mais de 130 ações, visando o desenvolvimento econômico da cidade”, disse Vanessa. Ela comentou a necessidade de reformar os Centros de Atendimento ao Turista (CATs). De acordo com a secretária, é inadmissível não ter uma informação ao visitante no aeroporto, na Asa Sul ou na Asa Norte. “Estamos reformando todos esses centros para atender o visitante, essa é a nossa obrigação e precisamos mudar essa realidade o mais rápido possível”, disse.

A diretora do Sebrae-DF, Cassiana Abritta, fez uma homenagem ao diretor-técnico da entidade, Rodrigo de Oliveira Sá, que faleceu no domingo (7), após um acidente de carro, próximo à Acreúna, em Goiás. Cassiana destacou que Rodrigo era um grande entusiasta da cidade e tinha se engajado na realização do seminário, desde a primeira edição. Francisco Maia, presidente da Fecomércio-DF, e Luiz Barreto, palestrante, também lembraram do legado de Rodrigo.

Seminário

As palestras do dia começaram com o consultor estratégico global da Euromonitor International, João Garcia, que explicou aos presentes sobre o conceito de megatendências que impactam o turismo. Luiz Barreto ministrou uma palestra sobre as oportunidades e desafios para o destino Brasília. Ele explicou que a cidade ainda se relaciona pouco com o território em que está inserida. “A capital do Brasil precisa pensar em rotas para agregar valor ao turismo, esse é um grande desafio de promoção. É necessário um esforço de posicionamento da cidade no mercado brasileiro e internacional”, disse.

O jornalista e turismólogo Daniel Zukko foi o responsável por apresentar o portal Brasília City. Ele aproveitou para falar um pouco sobre a história da cidade, construída em apenas mil dias e considerada patrimônio cultural da humanidade pela Unesco. “O site tem um menu simples e de fácil acesso, com quatro pontos básicos que todo turista procura quando viaja: onde dormir, onde comer, onde se divertir e o que fazer. Tudo isso de uma forma muito simples”, destacou Zukko.

Marcelo Pimenta abordou o tema: inovação e criatividade no turismo. Ele explicou que em um cenário de mudanças e de crise é importante ter a criatividade como rumo, para poder chegar onde é necessário em um mundo cada vez mais competitivo. Jaqueline Gil , assessora sênior de políticas públicas, fez uma palestra sobre a Nova Zelândia: um destino turístico consolidado por inovações. Bernardo Cardoso falou sobre o sucesso do turismo em Portugal. O Seminário contou ainda com palestras de Tony Coelho, que abordou o assunto “Live Marketing no Fomento ao Turismo”, e Gabriela Otto que explicou sobre “A Era dos Momentos Memoráveis – Inovando Através de Experiências”.

Ao final do evento, os palestrantes receberam uma caixa recheada de presentes que remetem a Brasília. Entre os itens que os especialistas em turismo levaram para casa estavam: chaveiros, canecas, garrafas, porta copo, toalhas e colares com estampas da Marca Brasília. O trabalho dos suvenires foi feito por artesãos locais, por meio da empresa Cerrado em Alta, da empreendedora Samantha Mendes. Ela explica que a elaboração da peças foi realizada após um estudo sobre a cidade. “Todas as peças são influência de Brasília, lembranças sofisticadas trabalhadas com a Marca Brasília, um projeto muito interessante elaborado pela Fecomércio-DF”, ressaltou Samantha

Entre em contato.