fbpx

Parabéns Brasília

por acm

Adelmir Santana
Presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio).

Engana-se quem pensa em Brasília apenas como a sede dos poderes nacionais. A capital federal também é a cidade da faixa de pedestres, a metrópole brasileira onde as pessoas evitam buzinar no trânsito, o lugar dos parques e dos esportes ao ar livre e, sobretudo, a cidade onde as pessoas prezam pelo respeito e pela legalidade. Na véspera do aniversário de 55 anos, nós podemos dizer, sim, que Brasília já tem as suas tradições e uma identidade cultural própria. A imagem associada aos escândalos políticos não faz jus, de forma nenhuma, aos costumes típicos dos brasilienses.

O morador de Brasília é, antes de tudo, um trabalhador. A cidade foi formada originalmente por brasileiros de todos os cantos, interessados em construir um símbolo de modernidade e desenvolvimento para o Brasil. A cidade já nasceu inspirada pelo trabalho, pela diversidade e pelo idealismo de seus construtores. Foram responsáveis por essa epopeia diversas pessoas, desde homens como Juscelino Kubitscheck — um dos maiores líderes desse País, Oscar Niemeyer, Lúcio Costa e Athos Bulcão, até cidadãos humildes que acreditaram no sonho da capital da esperança e arregaçaram as mangas para erguer cada coluna dessa cidade.

A força de vontade de cada um deles, aliada a beleza da arquitetura e ao empreendedorismo de JK, contagiou os brasilienses, que fizeram do setor de comércio um dos propulsores da economia local. Essas são as características que formam a identidade brasiliense. É verdade que parar o carro na faixa já foi um hábito mais forte, assim como primar pela educação deveria ser um costume obrigatório. Mas justamente por isso, pela importância dessas práticas, nós devemos insistir nelas.

Enquanto cidadãos, precisamos preservar essa história e defender esses hábitos. O Estado, por sua vez, precisa estar ao lado da sociedade, ouvindo as instituições que lutam pelo Distrito Federal e garantindo uma oferta de serviços públicos de qualidade. O GDF, neste novo governo, também precisa criar campanhas publicitárias com foco na cidadania, ao invés de repetir aquelas publicidades do passado que servem apenas para divulgar obras. Se o legado da educação for preservado, Brasília estará de parabéns e poderá ser cada vez mais uma referência em termos de civilidade.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.