fbpx

Mulheres empresárias e administradoras debatem crise e superação em encontro do Instituto Fecomércio

O 3º Encontro da Mulher Empresária e Administradora do DF, realizado pelo Instituto Fecomércio, em parceria com o Conselho Regional de Administração do (CRA-DF), ocorreu na tarde desta quarta-feira (9), no auditório da LBV, na 915 Sul. Foram discutidos assuntos relacionados à crise econômica e como superar os desafios de ser uma mulher empreendedora no Brasil. O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, realizou a abertura do evento e destacou as conquistas obtidas pelas mulheres.

Boletim 1“Nos últimos anos as mulheres conquistaram posições louváveis. Porém, a luta pela igualdade ainda continua”, exaltou Adelmir Santana, presidente da Fecomércio-DF, entidade que também administra o Instituto Fecomércio-DF, o Sesc e o Senac.

Após a abertura, o encontro teve início com a palestra sobre as tendências do mercado brasileiro para os próximos cinco anos, ministrada pela jornalista e comentarista da Globo News, Eliane Cantanhêde. Eliane fez um apanhado sobre o atual cenário econômico do País que se encontra em recessão. A palestrante também falou um pouco sobre o momento de instabilidade política e sobre a falta de gestão que afundou o País na crise.

“O Brasil viveu uma recessão em 2015, tem uma expectativa de uma inflação alta em 2016 e trabalha com uma hipótese de uma outra recessão em 2017. Aí entra um outro problema: a crise econômica gera uma crise política que por sua vez alimenta mais ainda a estagnação da economia”, ressaltou Eliane. A jornalista disse ainda que o Brasil não vai sair da crise tão cedo. “Primeiro, temos que discutir a questão política, para depois ter um ambiente para discutir saídas, que não são nada fáceis. Temos uma situação aonde o governo criou a crise, gastou muito na eleição, criou muita dívida e fez gastos populistas”, afirmou.

Apesar do momento pessimista, Eliane disse que o Brasil tem fundamentos sólidos na economia, operando em todos os setores. “Não somos uma Venezuela que depende apenas do petróleo. Produzimos avião, ônibus, a agricultura é boa e o povo está cada dia mais crítico, informado e sabendo o que quer para o País. Temos ainda a Operação Lava Jato, que lavou a alma de todos.”, disse.

Posteriormente, foi realizado um painel sobre Estratégia de Gestão Empresarial – o Principal Fator de Sucesso do seu Negócio, com a participação das empresárias Patrícia Viçosa, Liduina Abreu, Claudia Pereira e da administradora do Taguatinga Shopping, Eliza Ferreira. A diretora executiva do IF, Elizabet Garcia Campos, fez a moderação.

A empresária da franquia Morana, Liduina Abreu, contou um pouco sobre sua história no empreendedorismo e de como a empresa fez sucesso. “Primeiramente, tive uma escola na vida que foi em uma padaria, do meu pai, que é um administrador nato. Aprendi muita coisa. Me formei em pedagogia, mas procurei usar a psicologia com os meus colaboradores. Fui até São Paulo e acabei achando uma franquia e trouxe para Brasília. Hoje, trabalho com mais de 80 mulheres, com mais seis administradoras”, disse. Ainda de acordo com Liduina, com o passar dos anos ela procurou se especializar e contratou uma consultoria de Minas Gerais e a empresa obteve, cada vez mais, sucesso.

Já a empresária Cláudia Pereira, da agência de publicidade Gabinete C, destacou a superação em sua fala durante o painel. Segundo ela, hoje os brasileiros, principalmente os empresários, já gastam fortunas com impostos, o que torna um desafio manter o negócio aberto. “Suamos para gerar emprego e girar a economia. Mas, o cenário é um dos piores possíveis. Porém, existe esperança. O brasileiro tem uma capacidade enorme de trabalho e de se reinventar”, afirmou. Ela contou ainda como o mercado de marketing e propaganda foi mudando com o passar dos anos e como sua agência se manteve no mercado, desde a criação, em 1991. “O Gabinete C foi criado em 1991, de lá para cá muita coisa mudou. A tecnologia evoluiu e a comunicação também. O mundo hoje é dinâmico e o maior desafio é conciliar o conjunto de caminhos que a tecnologia nos proporciona”, ressaltou Cláudia.

A empreendedora Patrícia Viçosa, da Pastelaria Viçosa, deu algumas dicas para quem está começando como empresária. Segundo ela, o mais importante é observar se você tem o perfil empreendedor. “O comércio não é brincadeira, é necessário ter o pé no chão e, principalmente, se preocupar com capacitação e estar preparado para desafiar o mercado. Não é fácil lidar com pessoas, é necessário foco e muita fé”, disse Patrícia.

A administradora do Taguatinga Shopping, Eliza Ferreira ressaltou que sofreu muito preconceito antes de alcançar o auge na carreira. “Comecei a trabalhar muito cedo, com 17 anos, sofri preconceito por parte de alguns homens, mas nunca abaixei a cabeça, corri atrás e briguei por aquilo que merecia”, afirmou Eliza Ferreira, que hoje administra 240 lojas, que se localizam no centro de compras.

A diretora do Insituto Fecomércio-DF, Elizabet Campos, ressaltou a importância do evento. “É um encontro de suma importância em que temos a oportunidade de promover intercâmbios e experiências de empreendedoras do Distrito Federal, em especial em tempos de crise, como os que ora nos encontramos”, apontou.

A presidente do CRA-DF, Mônica Cova Gama, afirmou que na crise, apesar dos malefícios para sociedade, as pessoas usam a criatividade para se sobressaírem. “Toda crise gera oportunidades. Por exemplo, em um estabelecimento que estava com falta de moedas, problemas com troco, a empresária fez uma campanha de troca de moedas por prêmios. O povo brasileiro é muito criativo”, disse.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.