fbpx

Mais de 17% dos moradores de favelas ganham menos de R$ 510

por acm

Nas favelas e outras áreas de habitação irregular do Centro-Oeste, 17,2% dos moradores tinham rendimento domiciliar per capita até meio salário mínimo em 2010, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (6), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio do Censo Demográfico.

Na pesquisa, foi considerado o salário mínimo vigente do ano pesquisado, que era de R$ 510. Ampliando a análise para nível nacional, o estudo mostra que 27,8% dos moradores de favelas trabalham sem carteira assinada. Nas outras áreas, o percentual é de 20,8%. A pesquisa também analisou que o serviço de telefonia está disponível para mais de 95% dos domicílios, tanto nas favelas, onde atinge 90,5% dos domicílios, quanto nas demais áreas das cidades brasileiras (98,8%).

 

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.