Fecomércio-DF lamenta falecimento de Djair Bernardo, pioneiro do comércio, vítima do novo coronavírus

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal, em nome de seu presidente Francisco Maia, e de toda a Diretoria, lamenta profundamente o falecimento nesta quinta-feira (23), de Djair Bernardo, aos 81 anos, em decorrência do novo coronavírus. Natural de São José do Egito, em Pernambuco, Djair chegou em Brasília na década de 1960. Foi diretor da Fecomércio-DF, no surgimento da entidade, quando Newton Rossi presidia a Federação. Foi um dos pioneiros que ajudou a estruturar o comércio na capital da República.

Empresário do ramo de calçados, também atuou na diretoria do Sindivarejista-DF. Formado em fitoterapia, o empreendedor mantinha um consultório especializado em Vicente Pires, cidade em que morava. Apaixonado pela região, lá ele plantava de tudo e chegou a produzir um dos primeiros vinhos feitos no Centro-Oeste, batizado de Don Lucca Bernardo.

Deixa duas filhas, Fernanda Bernardo e Isabel Bernardo, a esposa Elza Bernado e quatro netos. Djair era apaixonado pelo comércio, sendo um ferrenho batalhador por melhorias no setor. Fica aqui o agradecimento pelos serviços prestados. A Fecomércio se solidariza com todos os familiares e amigos.