fbpx

Fecomércio assume presidência do Conselho de Desenvolvimento do Turismo do DF

O vice-presidente da Fecomércio-DF e presidente do Sindeventos, Francisco Maia, assumiu nesta segunda-feira (29) a presidência de honra do Conselho de Desenvolvimento do Turismo do Distrito Federal (Condetur). A posse ocorreu durante a primeira reunião do conselho realizada este ano, conduzida pelo Secretário Adjunto de Turismo do DF, Jaime Recena. A solenidade foi na sede da Fecomércio-DF, no Setor Comercial Sul. Francisco Maia disse estar muito feliz em assumir o cargo. Segundo ele, o foco será o de buscar formas para atrair mais eventos para Brasília. “Hoje o governo não tem recursos para investir no turismo de Brasília, com isso o nosso principal objetivo, durante o mandato, será o de buscar verba para poder investir e aumentar o público turístico da cidade”, ressaltou.

29-02-2016- Adelmir reuniao do Condetur boletimO presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, participou da reunião e aproveitou a oportunidade para reforçar o intuito da entidade de criar uma câmara setorial do turismo. “A nossa intenção é criar uma estrutura que facilite a interlocução entre os vários setores que compõem o trade de turismo da capital do País. Pretendemos fortalecer, do ponto de vista estrutural, a câmara dentro da Fecomércio”, afirmou Adelmir.

Ele ressaltou ainda que a criação do órgão não tem por objetivo inibir nenhuma instituição existente, mas sim abrir um leque para fomentar o segmento dentro do setor produtivo. “É necessário criar um diálogo amplo com as entidades que compõem o turismo. Isso servirá para pressionar o Estado a vender bem a nossa cidade e a difundir os nossos atrativos”, afirmou. “Hoje, é lamentável que o percentual de brasileiros que conhecem Brasília seja extremamente baixo, isso precisa ser revertido”, salientou Adelmir Santana.

Na oportunidade, o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar-DF), Jael Antonio, apresentou ao conselho a criação do termo de cooperação entre entidades do setor, assinado no dia 12 de fevereiro, na sede da Fecomércio, que tem como objetivo promover o turismo de Brasília, além de desenvolver a gestão de projetos que tenham como ideia a valorização do Distrito Federal. “O princípio do acordo é o de chamar a atenção do turista. Para isso, temos vários projetos a serem realizados, entre eles a criação de um programa de turismo na TV Câmara, para difundir a inclusão e a divulgação do turismo na capital da República, além da realização de almoços para debater ideias, com o objetivo de maximizar o setor na cidade. Também vamos criar um site para o turista”, ressaltou Jael.

Entre as entidades que assinaram o termo de cooperação, no dia 12, estão o Sindicatos das Empresas de Promoção, Organização e Produção de Eventos do DF (Sindeventos), o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do DF (Abrasel); a Associação Brasileira de Vendas e Marketing do DF (ADVB-DF); e o Sindicato das Empresas de Turismo (Sindetur). Sindeventos e Sindhobar fazem parte da base da Federação do Comércio.

Lei do Silêncio

O professor do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB), Neio Campos, chamou a atenção dos presentes sobre como a Lei do Silêncio tem deteriorado o turismo em Brasília. “Não tem condições de ouvir musica ao vivo em Brasília, um dos maiores celeiros de música do Brasil. Existem inúmeras iniciativas musicais que fomentam a cultura no DF que estão sendo apagadas por essa lei. Hoje em dia Brasília está uma cidade deserta, meia noite não se tem mais nada na capital da República. Na verdade, esta lei está acabando com toda a animação cultural do DF”, afirmou Campos.

Sistema de Informação ao Investidor

O coordenador do departamento de ordenamento do turismo do Ministério do Turismo, Rodrigo Marques, apresentou uma palestra sobre um site de informações que o ministério está desenvolvendo para investidores internacionais, com o foco de agregar cada vez mais aplicações no País. “No portal o investidor encontrará informações de onde investir e como investir em cada Estado. A intenção é que o Brasil se torne um destino de investimentos, esse é um olhar que devemos começar a desenvolver. Estamos seguindo exemplos de outros países como: África do Sul, China e Colômbia e que até hoje o Brasil não tinha”, explicou Marques.

 

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.