fbpx

Expectativa de vendas para o Dia das Mães é a menor desde 2009

A segunda data mais importante para o comércio, o Dia das Mães, não animou os lojistas do Distrito Federal este ano. O crescimento esperado nas vendas é de 3,72%. Trata-se do menor percentual de expectativa desde 2009, quando o índice foi de 0,86%. Esses números denotam uma cautela dos empresários da cidade. No ano passado, a expectativa de incremento nas vendas era de 9,78% para o período. É o que mostra a pesquisa do Instituto Fecomércio. O levantamento foi feito com 300 lojistas de rua e de shoppings do DF, no período de sete a nove de abril.

A maioria dos empresários entrevistados (64,7%) declarou ter uma expectativa pessimista para o Dia das Mães, afirmando que as vendas serão menores, ou no máximo iguais as do ano passado. Apenas 35,3% disseram que aguardam vendas maiores do que no ano anterior. Neste cenário conturbado, 59,4% dos estabelecimentos afirmaram que o principal motivo para a baixa expectativa é a crise econômica.

Na opinião do presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, a atual conjuntura e os resultados de consumo baixo em 2015 resultam em uma visão mais realista por parte dos comerciantes. “O comportamento dos empresários segue as incertezas apresentadas pela economia nacional e local. O que temos observado desde o ano passado é uma desaceleração contínua nas vendas, sem contar a alta de impostos e a falta de estrutura para o setor produtivo que desanimam os lojistas”, explica Adelmir.

O segmento de Utilidades do Lar é o mais otimista, espera crescimento de 16,75%. O setor mais cauteloso é o de floricultura, com estimativa de recuo de -5,27% nas vendas. Sobre as contratações temporárias, a maioria dos entrevistados (80,7%) afirmou que não pretende reforçar o quadro de funcionários para o período, 12,3% vão contratar e 7% ainda não decidiram. “O cenário não tem sido convincente para a manutenção de postos de trabalho. Foi assim no Natal e na Páscoa. Caso a tendência se confirme, podemos prever demissões no comércio depois do Dia das Mães, em especial se, mais uma vez, o resultado das vendas for ruim”, pondera o presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana.

Na busca pelos consumidores, 48,1% dos entrevistados declararam que realizarão promoções e descontos como estratégias para melhorar as vendas e 20% pretendem investir em publicidade. Em relação aos estoques, 40% dos lojistas ampliaram suas reservas de mercadorias. Os segmentos com maior variação nesse sentido são os de livraria e de eletroeletrônicos, com crescimentos de 76% e 75%, respectivamente.

Já no aspecto de preço dos presentes, 8,7% dos lojistas reconhecem que devem elevar o valor dos produtos em 2015, o que resultará em aumento de preços em 1,01%. A principal justificativa é o aumento de custo pelo fornecedor. Quanto ao preço médio do presente para o Dia das Mães, os empreendedores acham que o cliente brasiliense vai desembolsar em torno de R$ 114,27 nas mercadorias. Já nas formas de pagamento, os empreendedores acreditam que o cartão de crédito será o mais utilizado (50,8%); seguido pelo pagamento à vista (34,4%); cartão de loja (7,8%) e crediário/carnê (4,9%)

Visão do consumidor

Apesar da baixa expectativa dos lojistas, a maioria dos brasilienses está disposta a comprar presentes para comemorar o Dia das Mães. É o que mostra pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio. O levantamento ouviu 409 pessoas, sendo 253 mulheres e 156 homens. De acordo com a análise, 80,9% dos entrevistados têm a intenção de comprar algum presente para o Dia das Mães, 16,4% não comprarão nada e 2,7% não souberam responder.

Para aqueles que têm a certeza em presentear suas mães, o destaque ficou para o setor de vestuário, preferência tanto para as mulheres (26,3%) quanto para os homens (17,3%). Além dos presentes, a maioria dos entrevistados (60,1%) pretende comemorar a data. Quanto ao local escolhido para a celebração, a própria casa foi a opção mais votada entre homens e mulheres (40%), seguida pela residência dos pais (28,9%); restaurante (17,1%); casa de parentes (8,1%); shoppings (4,1%) e outros (1,6%).

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.