fbpx

Empresários de Ceilândia cobram efetividade do GDF durante encontro

A Associação Comercial de Ceilândia reuniu empresários de vários segmentos da cidade, na tarde desta terça-feira (12), na sede do Instituto Federal de Brasília (IFB) para uma conversa com o vice-governador do DF, Renato Santana, e secretários de governo. O objetivo do encontro foi abrir um canal de diálogo com o executivo local, além de tentar sanar problemas recorrentes que afligem o setor produtivo da maior cidade do DF, entre eles: burocracia para abertura de novas empresas, mudança da área destinada para o futuro cemitério de Ceilândia, segurança pública e infraestrutura.

8783Na visão do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos (Sincofarma), entidade filiada a Fecomércio-DF, Francisco Messias, que também preside a Associação Comercial de Ceilândia, o encontro foi de grande valia para os mais de 250 empresários que estiveram presente no bate-papo com representantes do governo.

“Ceilândia é a primeira cidade satélite do DF que realiza um encontro com representantes do GDF deste tamanho e magnitude. Acredito que a reunião foi muito produtiva, os empresários manifestaram as suas vontade, mostrando os seus anseios”, diz Messias. “O GDF, por outro lado, prometeu cumprir aquilo que está em aberto para suprir as necessidades do setor produtivo da região e da sociedade de Ceilândia como um todo”, concluiu Messias.

O presidente da associação das empresas do instituto industrial de Ceilândia, Rogério Samir, ressaltou que um dos maiores problemas e impasses do setor produtivo da região é a questão do alvará de funcionamento. Segundo ele, empresários esperam há anos por um alvará de construção ou de funcionamento. “Essa questão de agilizar o processo tem que ser prioridade. Sem alvará o empresário não gera empreso e nem receita para o governo”, salientou Rogério.

Outra reivindicação dos empresários é a respeito de uma área de 800 mil metros quadrados localizado no pólo industrial de Ceilândia, destinada para um cemitério. “Atualmente não cabe instalar um cemitério no meio da cidade. Essa é uma questão que vem sido discutida ao longo de governos passados e estamos lutando para que isso seja cancelado”, ressaltou Rogério.

O vice-governador, Renato Santana, disse que a localidade do cemitério está sendo resolvida para não atrapalhar o desenvolvimento econômico da cidade. “A questão do cemitério já está sendo tratada com a Terracap, e está recebendo a devida atenção dos responsáveis. Pretendemos resolver o mais rápido possível”, garantiu Santana.

O secretário Desenvolvimento do DF, Arthur Bernardes, explicou que desde o início do governo de Rollemberg a questão dos alvarás está sendo tratada com prioridade. “Foi lançado um serviço de licenciamento de empresas pela internet para quem ainda não tem CNPJ, para agilizar o processo. Outra conquista da atual gestão foi a desconexão da regularidade fundiária da licença de atividade econômica”, comentou Bernardes.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.