fbpx

Contratação temporária no DF será menor este ano e deve gerar 3,8 mil vagas

A contratação de trabalhadores temporários para atuar no comércio brasiliense durante o Natal e o réveillon será menor este ano do que na comparação com 2015. É o que mostra levantamento realizado pelo Instituto Fecomércio. De acordo com o estudo, apenas 16,3% dos empresários farão contratações. Isso significa que serão abertas 3,8 mil vagas temporárias no DF. No ano passado, na mesma época, o índice era de 23,5%, quando 4,6 mil vagas foram geradas. Entre os temporários, 40% devem ser efetivados, segundo a pesquisa, que ouviu 400 lojistas de shopping e de rua, de 14 segmentos diferentes, entre os dias 19 e 22 de setembro.

Entre os segmentos pesquisados, as lojas de material esportivo foram as que apresentaram maior intenção de contratação temporária (51,7%), seguidas por calçados e acessórios (27,8%), pelas lojas de brinquedos (25,0%), livraria e papelaria (23,3%), vestuário (18,8%), relojoaria/joalheria/semijoia (12,9%) e eletroeletrônico (10,3%).

Na opinião do presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, apesar da pesquisa mostrar uma redução na intenção dos empresários em relação a contratações temporárias, isso não quer dizer que não haverá contratação, mas sim que as oportunidades serão menores. “O trabalhador deve ficar atento às vagas temporárias, pois as pessoas devem encarar a oportunidade não apenas como um trabalho temporário, mas como uma chance de efetivação. O bom desempenho do funcionário aliado à vontade de crescer no ambiente profissional são fundamentais para a entrada no mercado”, ressalta Adelmir.

Ainda segundo o estudo, 79,7% dos empresários afirmaram que pretendem efetivar os temporários, sendo que 14,9% disseram que não vão efetivar e 5,4% não sabem ainda se irão contratar os trabalhadores temporários. Os comerciantes também disseram que a maioria das contratações temporárias será realizada durante a segunda quinzena de novembro (33,8%) e a primeira quinzena de dezembro (21,5%). Este momento deverá concentrar, aproximadamente, 55,3% das contratações temporárias. As lojas de Papelaria/Livraria (32,5%) e Brinquedos (16,7%) devem realizar as maiores contratações.

Os principais critérios apontados para a seleção dos temporários são: escolaridade (63,1%) e disponibilidade de tempo integral para o trabalho (35,4%). Os segmentos pesquisados foram: Bares e Restaurantes; Artigos para presente/Armarinho/Souvenir; Calçados e acessórios; Lojas de Brinquedos; Cama/Mesa e Banho; Chocolataria; Eletroeletrônico; Livraria/Papelaria; Loja de Departamento; Material Esportivo; Ótica; Perfumaria; Relojoaria/Joalheria/Semijoia e Vestuário.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.