fbpx

Comércio e serviços apresentam resultado positivo e ajudam o PIB a crescer no segundo trimestre

boletas (2)O produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,2% no segundo trimestre de 2017 na comparação com os três primeiros meses deste ano. Esse resultado representa a primeira alta após 12 baixas seguidas. Na comparação com o mesmo período do ano passado o PIB também teve variação positiva e cresceu 0,3%. É o que informa dados divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A última vez que o PIB do País ficou positivo foi no primeiro trimestre de 2014, quando teve avanço de 3,2%.

Os setores de comércio e serviços tiveram uma grande influência para que o resultado fosse positivo, registrando crescimento de 1,9% e 0,6%, respectivamente. O setor de serviços teve seu melhor desempenho desde o terceiro trimestre de 2013, quando também teve crescimento de 0,6%. Já o comércio interrompeu um ciclo de nove trimestres consecutivos de quedas.

Na opinião do economista da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Fábio Bentes, o resultado nos segmentos não foi um surpresa, já que as condições de consumo entre abril e junho foram mais favoráveis do que em meses anteriores. “Os consumidores contaram com um crédito mais acessível, a inflação perdeu força, além do mercado de trabalho que está mais aquecido e o estímulo dos saques das contas inativas do FGTS, que injetaram R$ 10,8 bilhões no comércio”, explica Bentes.

Para os próximos trimestres Fábio Bentes alerta que a economia terá um desafio para manter o patamar positivo. Segundo ele, é necessário que o mercado de trabalho continue reagindo positivamente, pois a economia não poderá contar com a ajuda do FGTS, que deu um fôlego a mais nesse último trimestre, diz Bentes.

Com os resultados positivos, a CNC elevou a sua previsão de crescimento da economia brasileira em 2017, de 0,6% para 0,8%. Segundo Bentes, mesmo se a economia não crescer na segunda metade do ano, um cenário pouco provável, de acordo com o economista, os avanços já registrados garantiriam uma variação positiva de 0,5% para 2017.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.