Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/u372193778/domains/fecomerciodf.com.br/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2854

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/u372193778/domains/fecomerciodf.com.br/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2858

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/u372193778/domains/fecomerciodf.com.br/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/output.class.php on line 3708

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/u372193778/domains/fecomerciodf.com.br/public_html/wp-content/themes/fecomercio_df/framework/includes/minify/src/Minifier.php on line 227
Brasília oferece várias opções para quem vai passar os dias de recesso na cidade – Fecomércio DF

Brasília oferece várias opções para quem vai passar os dias de recesso na cidade

As férias escolares chegaram e a casa fica pequena para tanta energia quando as crianças não viajam. Em busca de opções, pais precisam ter criatividade para tirar as crianças da frente da TV, do tablet e do videogame. Mas como nem todos os pais entram de férias com os filhos, uma opção divertida é a colônia de férias. As crianças podem escolher entre atividades lúdicas, exercícios, oficinas e brincadeiras para curtir esse momento. As colônias de férias em Brasília acontecem no período de férias do calendário escolar, com início na primeira semana de dezembro e término na primeira semana de fevereiro de 2018, com valores que variam de R$ 190 a R$ 1200.

Para se divertir nas férias, a reclamação dos pais é unânime: o preço. A empresária Fernanda Sorrento, 38, decidiu colocar os filhos pela primeira vez em uma colônia de férias. Encontrar um lugar que não pese no bolso para deixar as crianças foi o desafio da empresária. “Escolhemos a colônia Veritas Kids pelo valor inferior em relação às outras”. Fernanda fechou uma semana no período matutino por R$ 190. “Pesquisei e recebi orçamentos que chegavam a R$ 1 mil por semana, o que é inviável para meu orçamento”. Ela ressalta que em Brasília há escassez de atividades gratuitas próprias para o período sem aula. “O que podemos fazer nas férias é o que normalmente funciona o ano inteiro. Não tem nada exclusivo nesse período”, afirma.  Há seis anos a Academia Veritas funciona no Brasil XXI, no centro de Brasília.  O programa é voltado para crianças de 4 a 11 anos e durante os meses de dezembro e janeiro o local oferece jogos, consciência ecológica, animação temática, música, dança, histórias, teatro, brincadeiras na piscina, pintura, cinema e oficina de artes.

Pensando nesse filão de ocupar as crianças durante as férias, Ana Inês criou A Cozinha do MiniChef, localizada na Asa Norte. “A empresa foi criada para familiarizar os pequenos com o sabor das descobertas na cozinha. Os aprendizes são estimulados a se alimentar de forma saudável e a aprender a cozinhar”. Inês criou uma atividade dividida em três etapas, pois o curso ensina a fazer entrada, prato principal e sobremesa. Receitas como nhoque, pizza, hambúrguer e frutas com ganache de chocolate encantam a garotada. “Eles amam mexer com farinha, por exemplo. Adoram colocar a mão na massa. É surpreendente a forma como elas interagem.”, comenta. Inês conta que oferece cursos infantis o ano todo, mas em dezembro e janeiro foca nas atividades culinárias especiais, como a oficina de biscoitos decorados. Cada aula custa R$ 105 e podem participar crianças a partir de 2 anos.

Tecnologia levada a sério

A Happy Code é uma escola de tecnologia e inovação, que oferece cursos de programação, robótica, desenvolvimento de aplicativos e artes digitais para crianças e adolescentes de 5 a 17 anos. Em Brasília, cinco filiais foram abertas no início de 2017 (Asa Sul, Águas Claras, Sudoeste, Guará e Lago Norte). Segundo Rafael Barbugiani, diretor da unidade da Asa Sul, ensinar de forma mais profunda sobre tecnologia tem despertado uma procura muito grande para a 2º Colônia de Férias da Happy Code. “Nosso método é capaz de ajudar a desenvolver competências digitais nas crianças e jovens e esse é um fato transformador na sociedade que vivemos. Todos nós somos usuários de tecnologia, a ideia é fazer com que as crianças e adolescentes também produzam essa tecnologia. Por isso, buscamos aproveitar o tempo que eles passam em frente aos computadores para incentivar cada vez mais a criação de jogos e aplicativos”, comenta.

Dentre os cursos de férias e cursos rápidos, o de Youtubers  é concepção pioneira da escola e ensina de forma rápida e divertida as melhores práticas para começar um canal no YouTube de sucesso. O Minecraft Modding proporciona o primeiro contato com a ciência da computação, com criação de mods. Além disso, é possível criar filmes animados em 3D com personagens do Minecraft, no curso de Animação Minecraft. As mensalidades variam de acordo as escolhas. Se for só um curso o valor é R$ 300, se forem dois sai a R$ 400.

Todas as aulas são ministradas uma vez por semana, com duração de 1h30 e as turmas são formadas por no máximo 12 alunos. O material didático é disponibilizado em uma plataforma de fácil usabilidade e com validação pedagógica adequada por faixa etária. Essa é uma forma de garantir que cada aluno possa acompanhar as aulas de forma objetiva e condizente com seu nível de aprendizado. “Nossa preocupação, além de ensinar competências digitais, é sermos facilitadores de uma geração que já está mudando os hábitos de comportamento e consumo da sociedade em que vivemos. Devemos estimular a utilização da tecnologia para melhorar o mundo e a Happy Code se orgulha de ser a maior rede de ensino de tecnologia e inovação do Brasil”, finaliza Rafael.

Rosane Xavier, mãe de Matheus e Daniel, de 9 e 11 anos, percebeu que os filhos precisavam enteder a tecnologia, não apenas consumi-la.  Após várias conversas em família, decidiu matricular os meninos em duas atividades na unidade de Águas Claras. Rosana conta que a escolha das crianças foi pelo curso de Roblox e Youtuber Start. “Entendi que eles precisavam ser alfabetizadas digitalmente, porque essa é a realidade dessa geração.”

Mas também existe a opção de matricular os filhos de forma regular nestes cursos. O Code School oferece as seguintes modalidades: Code com os robôs Dash& Dot (5 a 6 anos), que ensina conceitos de lógica de programação de uma maneira intuitiva; o Games Kids (6 a 9 anos), que é formado por três módulos interdependentes os quais os alunos aprendem a utilizar as melhores ferramentas da indústria de games, desenvolvendo projetos de jogos em 2D, 3D e RPGs; o Games Teens (10 a 14 anos), que tem como foco criar projetos de jogos em 2D, 3D, Plataforma, Arcade e raciocínio lógico; e por fim, o Games Youth (15 a 17 anos), em que os alunos aprendem a criar seus próprios jogos utilizando o Unity, uma game engine profissional.

Voltado para o desenvolvimento e programação de aplicativos e jogos para smartphones e tablets, a Happy Code oferece duas modalidades de curso: Apps Kids (6 a 9 anos), e o Apps Teens e Youth, que ensina programação em Java para criação de aplicativos para Android. Em apenas dois módulos, os alunos aprendem a utilizar o Android Studio desde o básico até a publicação de aplicativos na Play Store.

Nas aulas de Modelagem e Animação (8 a 17 anos), aprende-se a utilizar o Blender, ferramenta Open Source profissional utilizada em estúdios de animação do mundo todo. Além disso, a empresa é pioneira na criação do curso de Robótica com Drones, em dois módulos, em que estudantes desenvolvem projetos que possibilitam o aprendizado dos conceitos fundamentais da eletrônica, montagem e programação. Aplicando os conhecimentos adquiridos, esses alunos têm a capacidade de construir seus próprios drones.

A mais antiga da cidade

A conhecida Colônia de Férias do Espaço Cultural Mapati chega à 53ª edição cheia de novidades para crianças e jovens de 4 a 12 anos. Com o tema “Água – Cada gota conta”, a temporada de verão de 2018 da colônia será realizada de 2 de dezembro a 7 de fevereiro. Os valores variam de R$ 350 a R$ 600, dependendo do plano (que inclui ou não as refeições) e período escolhido (matutino, vespertino, ou integral). As crianças terão oportunidade de brincar de corda, desenhar, participar das oficinas de circo e da tradicional oficina de teatro que leva ao espaço, todas as sextas-feiras, amigos e familiares para acompanhar o fechamento da semana com obras produzidas pelas crianças. De acordo com a criadora e coordenadora da Mapati, Teresa Padilha, todo ano é escolhido um tema de acordo com a realidade de Brasília e do Brasil. “A preocupação é levar não apenas diversão para as crianças, mas, acima de tudo, conscientização”, destaca.

Tereza conta que a partir da realziação da Colônia de Férias surgiu o Teatro Mapati, que já tem mais de 25 anos de promoção de arte, cidadania, entretenimento e alegria. “Há mais de 50 anos a nossa Colônia de Férias desenvolve atividades voltadas basicamente para a arte-educação, com ênfase nas áreas de artes cênicas e visuais, dança e circo, contando, para isso, com monitores que são, em sua maioria, estudantes de artes, atores e músicos. Nesta edição, contamos com a costura na gama de atividades desenvolvidas. “Adquirimos minimáquinas, que se somaram ao ateliê de costura que o Mapati já tinha, para atender a crianças de 6 a 12 anos que queiram aprender a desenhar croquis, fazer modelagem, cortar e costurar nas férias. Sentimos nas crianças e nos jovens com que trabalhamos uma grande vontade de customizar roupas, criar figurinos e até mesmo fazer peças para vestir no dia a dia que tenham a sua cara”, acrescenta Tereza.

Tereza explica que a Mapati trabalha, em suas colônias de férias, os aspectos físico, anímico e espiritual, cultivando o agir por meio da atividade corpórea dos participantes. “O sentir é incentivado por meio de abordagem artística constante nas oficinas e ações artísticas e artesanais, específicas para cada idade. O pensar vai sendo cultivado paulatinamente, incentivado em contos e lendas e nas criações de cada colonino, levando-se sempre em conta as características individuais”.

Outro aspecto importante na colônia é o tipo de alimentação que é servida, além de uma conscientização com o meio ambiente. “Há alguns anos, nossa casa opta por alimentação natural e não adere a alimentos processados industrialmente. Igualmente não serve bebidas gasosas, opta por sucos naturais com balanço de açúcares e não faz uso de utensílios descartáveis por acreditar que a redução do consumo desses itens possa contribuir um pouquinho para um planeta mais habitável do ponto de vista ambiental”, finaliza Teresa.

A segurança também é uma questão levada em consideração pelos responsáveis. É o caso de Leandro Cordeiro, pai do pequeno Mauro Cordeiro, de quatro anos, que escolheu a Mapati por não confiar deixar seu filho em local que ofereça piscina.  “A gente escuta muita coisa sobre acidentes com crianças pequenas. Preferi não arriscar. Escolhi uma colônia perto do meu trabalho, mas que oferece atividades adequadas para a idade do meu filho”, conta.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.