fbpx

Adelmir Santana ministra palestra sobre política e economia em Sergipe

O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, ministrou na tarde desta segunda-feira (9) uma palestra para mais de 100 pessoas sobre a Situação Política e Econômica do Brasil. O evento ocorreu na Federação do Comércio de Sergipe, no auditório da CDL de Aracaju. Durante sua explanação, Adelmir se posicionou contrário a proposta do governo Federal em transferir para a Previdência 30% dos repasses do Sistema S. Ele também abordou temas sobre a crise econômica que assola o País e sobre a gestão da presidente Dilma Rousseff.

No entendimento de Adelmir, o Sistema S administra seus recursos de forma caprichosa, com eficiência, responsabilidade e decência nos investimentos. “Sou contra a retirada de recursos do Sistema S, porque querem penalizar o trabalho eficiente que desenvolvemos. Além disso, retirar os recursos é inconstitucional. Só podem fazer isso com uma alteração na Constituição. Não acredito que consigam aprovar uma PEC para fazer isso, pois o governo não tem força política para isso”, destacou Adelmir Santana.
O presidente da Fecomércio-DF lembrou ainda que a situação econômica do Brasil está controversa por causa do incentivo ao consumo excessivo com a oferta ampliada de crédito, causando um grande endividamento das famílias brasileiras. Segundo ele, dados da CNC apontam que 86% das famílias do Brasil estão endividadas, sendo que muitas delas estão com compromissos impagáveis, devido ao excesso de crédito concedido pelo governo.

“Houve o crescimento de vários setores em cima do crédito fácil e barato, o que provocou o grande endividamento das famílias brasileiras. Foi praticado o incentivo ao consumo e uso de crédito, sem que o povo brasileiro tivesse educação econômica e soubesse gerenciar melhor o seu crédito disponibilizado. Isso prejudicou a economia, levando à situação atual que vivemos. A redução de energia e combustíveis forçada, com preços artificiais estourou depois da eleição do ano passado. Para conter, praticaram a desoneração de vários setores importantes da economia, mas o que se viu não foi a redução de preços. Só fizeram prejudicar a previdência”, afirmou Adelmir Santana, durante a palestra.
Quando o tema Política do Brasil foi abordado, Adelmir afirmou que a atual situação está complicada. De acordo com ele, foi vendida uma ilusão na campanha, com o suposto controle inflacionário e um otimismo inexistente. Para ele, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff se iniciou na própria campanha eleitoral do ano passado. “As pedaladas fiscais foram julgadas pelo TCU e foram consideradas um erro. A proposta orçamentária para conter a crise estabelecida foi negativa. Isso foi um balde de água fria na população. Hoje o Brasil está com um déficit de R$ 112 bilhões. O clima é de desconfiança generalizada. E ainda virá por aí o julgamento das contas de campanha pelo TSE, o que pode agravar a situação, favorecendo um impeachment da presidente”, declarou.

Adelmir Santana explicou que a carga tributária brasileira é um dos principais vilões que impedem a contratação de trabalhadores. Segundo ele, a carga tributária é insensível e burocratizada, o que prejudica o recolhimento dos impostos e o desenvolvimento nacional. Santana defende a simplificação da carga tributária do Brasil, para que se diminuam custos e seja possível ampliar a base de arrecadação, diluindo os custos do Estado brasileiro, que são muito altos para pouca eficácia. “O país necessita de uma reforma tributária urgente. É preciso que se simplifique o Estado brasileiro, para acabar com a burocracia e melhorar o funcionamento do Estado. Gasta-se muitas horas de trabalho para atender as questões tributárias, o que prejudica. Também temos que melhorar as relações de trabalho, pois os encargos dificultam a contratação e manutenção dos trabalhadores”, concluiu.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de política de cookies e  para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher os tipos de cookies que permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.