Sindicatos do Comércio

por acm

Adelmir Santana, presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio)

Os sindicatos são a razão de existir de uma federação. É a união dessas instituições que forma uma representação sindical forte. No Brasil, esse sistema foi organizado seguindo o modelo de uma pirâmide: em sua base estão os sindicatos, com atuação local ou municipal, no meio se encontram as federações, com ação estadual, e no topo estão as confederações, com abrangência nacional. Essa estrutura se justifica pelo princípio de que a existência de entidades representativas em três níveis fortalece a luta por direitos, tanto do ponto de vista do empresário quanto do trabalhador.

Inserida nesse ambiente, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal é uma entidade sindical patronal, que reúne em sua estrutura 26 sindicatos filiados e dois associados. Representa, portanto, o interesse, das empresas do setor terciário da economia, mais de 90% do PIB privado do DF, e têm dentre os seus dirigentes e público direto os presidentes dos sindicatos patronais do comércio. São essas lideranças que votam e participam da estrutura da Fecomércio. Os sindicatos que compõem a Federação representam, cada um deles, um segmento específico. Esses sindicatos têm como missão atender diretamente os empresários, que são as pessoas que formam essas entidades e elegem seus presidentes.

Nos últimos meses, a classe empresarial renovou o comando dos sindicatos do comércio de Brasília. Novos presidentes foram eleitos e outros foram reeleitos. Agora, são esses dirigentes que escolherão, em maio, a nova Diretoria da Fecomércio. E em todo o Brasil, os presidentes eleitos de cada federação elegerão, em setembro, o presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Percebe-se, assim, que o legislador criou uma estrutura integrada e que tem na sua base o empresariado. A participação dos empreendedores junto aos seus sindicatos é fundamental para que o Sistema funcione bem e tenha como princípio sempre a defesa do comércio e do desenvolvimento econômico brasileiro.

Entre em contato.