Sindicato das Empresas de Bombeiro Civil realiza workshop sobre prevenção

Empresários, profissionais e alunos do segmento de bombeiro civil do Distrito Federal acompanharam na tarde desta terça-feira (5), no auditório da Faculdade Senac, na Asa Sul, um workshop oferecido pelo Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços e Especializadas em Bombeiro Civil do Distrito Federal (Sepebc-DF), com apoio da Fecomércio-DF, sobre cultura prevencionista no Brasil. O encontro contou com participação de especialistas em norma de segurança e prevenção, entre eles: o professor do Senac do curso de Reciclagem para Bombeiro Civil, Fábio Vasconcelos; o delegado da Polícia Federal, Luciano Leiro; e o chefe do Centro Regional da Fundação Jorge Duprat de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), Dionísio Leone Lamare.

_RAP3027O presidente do Sepebc, José Evanio Bernardo dos Santos, destacou que o workshop é de grande relevância para a informação do segmento. “É importante informar o nosso setor para que possamos crescer cada vez mais”, disse. Em relação à prevenção, que foi o tema das palestras, o presidente destacou que todos devem estar atentos a essa questão. “Recentemente tivemos um incêndio em Ceilândia, no qual foram registradas grandes perdas. O empreendimento, infelizmente, não contava com um profissional prevencionista, como o bombeiro civil. Com um profissional desses, seria possível prevenir o incêndio, sem grandes proporções” explicou. José lembrou ainda que quando um estabelecimento investe em prevenção, ele sai ganhando e não perdendo.

O professor do Senac, Fábio Vasconcelos, falou sobre a cultura de prevenção no Brasil e a importância do trabalho do bombeiro civil, além do crescimento do setor. Segundo Fábio, em 2016, havia 3.152 profissionais da área no DF. “Já vimos no Brasil incêndio derivados da falta de prevenção. É a realidade atual no País. Como por exemplo o incêndio do edifício Joelma em São Paulo, a Boate Kiss e outros tantos. Uma simples festa de aniversário também está sujeita a incêndios, prédios residenciais e órgãos públicos. Entretanto, nem todos esses locais contam com bombeiros civis”, ressaltou. “A prevenção é parte do estudo da segurança contra incêndio, no qual estabelece-se um planejamento, determinam-se meios de combate, faz-se levantamento de risco e que envolve muita determinação”, explicou.

O delegado da Polícia Federal e vice-presidente da Associação dos Delegados da PF, Luciano Leiro, explicou como funciona o trabalho da PF em todo o Brasil. Ele destacou que um dos principais métodos de trabalho é a prevenção, uma das questões mais importantes no ambiente de trabalho de um policial federal. “A PF tem uma série de ações de prevenção, como: plano de segurança bancária, controle de produtos químicos, controle de armas, combate às drogas etc. Tudo isso é um trabalho de prevenção para a sociedade e para nossas famílias”, concluiu.

Curso do Senac

O Senac-DF oferece um curso de Bombeiro Civil para os associados do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Profissão de Bombeiro Civil (INBC/DF). Por meio de uma parceria com a instituição, familiares e integrantes do INBC têm condições especiais para participar do curso.

O curso possui carga horária de 210 horas e tem por objetivo realizar ações de prevenção e de emergência no combate aos incêndios, exclusivamente onde atua a brigada de incêndio, bem como o abandono da área de risco e suporte emergencial à vida. Para participar, o candidato deve ter idade mínima de 18 anos e estar cursando, no mínimo, a 2ª série do Ensino Médio ou o 3° segmento da Educação de Jovens e Adultos.

Entre em contato.