Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (20) apontam que a economia brasileira voltou a demitir mais do que contratar no mês de março. No mês passado, as demissões superaram as contratações em 63.624 vagas. Segundo o Caged, foram registrados 1.251.332 admissões e de 1.324.956 demissões em março. No acumulado do primeiro trimestre de 2017, o País registrou o fechamento de 64.378 postos de trabalho.
carteira-de-trabalhoApesar do número negativo, o ministério do trabalho afirma que os dados mostram sinais positivos, já que o número de vagas fechadas em março deste ano foi inferior aos do que foram registrados no mesmo período do ano passado, quando o país fechou 118.776 postos de trabalho.
A pesquisa do Caged mostra ainda sete dos oitos setores de atividade econômica fecharam postos de trabalho, só a administração pública gerou emprego formal: o comércio fechou 33.909 postos de emprego formal; serviços fechou 17.086 vagas; construção civil ficou com saldo negativo de 9.059 vagas; indústria de transformação fechou 3.499 postos de trabalho; e a agricultura fechou 3.471 vagas.