Com a finalidade de ser um agente de interlocução entre a iniciativa privada e o Poder Público, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) lançou na noite desta quarta-feira (8) a sua Câmara Temática de Turismo e Hospitalidade. O grupo servirá para fomentar negócios no segmento turístico e auxiliará o governo brasiliense na elaboração de políticas públicas e de um plano de ações para o turismo em Brasília.

Boletim-111

Em seu discurso durante o lançamento da Câmara, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, disse que deseja manter um diálogo aberto e permanente com o setor produtivo, para construir alternativas conjuntas de empreendedorismo, inovação e investimento. Para Rollemberg, a Câmara de Turismo da Fecomércio legitima as parcerias públicas e oferece a possibilidade de ações conjuntas entre o setor privado e o Estado. “Queremos formular ações na implementação de politicas para o setor de turismo. Temos a intenção de transformar o Distrito Federal em referência nacional em eventos no Brasil”, ressaltou o governador.

O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, destacou que a câmara auxiliará o governo a definir e executar projetos com mais eficiência. “Nós temos a oportunidade de incluir entidades e instituições com a proposta de colaborar com o turismo local. Queremos criar um turismo receptivo e ajudar o governo com alternativas que possam alavancar a economia do DF”, afirmou Adelmir.

Durante a solenidade, foi definida a diretoria da Câmara de Turismo. O presidente do Sindicato das Empresas de Promoção, Organização, Produção e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Distrito Federal (Sindeventos-DF), Francisco Maia, foi eleito presidente da câmara. O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), Jael Antonio, foi eleito primeiro vice-presidente e a presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do DF, Claudia Maldonado, foi escolhida como segunda vice-presidente.

De acordo com o presidente eleito da Câmara de Turismo, Francisco Maia, o objetivo a partir de agora é possibilitar um presente diálogo com o governo, no intuito de encontrar alternativas que solucionem gargalos do segmento e que tornem o mercado mais competitivo na captação de eventos nacionais e internacionais. “Necessitamos crescer de forma organizada e sustentável, de modo a valorizar os entes que transformam Brasília em um dos principais destinos do nosso País. É preciso ações pragmáticas que melhorem as condições estruturais da cidade, de forma que nosso cliente seja o principal beneficiado desse crescimento”, apontou Francisco Maia.

Participaram do lançamento o governador do DF, Rodrigo Rollemberg; o presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, representando o presidente da CNC, Antonio Oliveira Santos; o secretário adjunto de Turismo do Distrito Federal, Jaime Recena; o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovitz; o Secretário Executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves; o presidente do Conselho deliberativo do Sebrae DF, Luiz Afonso Bermudez; o secretário do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do DF, Joe Valle; o secretário-adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour; o secretário-adjunto de Relações Institucionais do DF, Igor Tokarski; o deputado distrital Agaciel Maia (PR), e presidentes de sindicatos e  empresários dos setores de comércio e serviços de Brasília.