Adelmir Santana é presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio)

Cada amanhecer em Brasília, cada dia vivido no Distrito Federal, só aumenta minha vontade de retribuir o que a cidade me deu. E costumo dizer que Brasília me deu tudo. Vim para a então nova capital em 1964, com apenas 18 anos, recém-chegado de Nova Iorque, no interior do Maranhão. No Planalto Central estudei, me formei, fiz carreira no serviço público e depois empreendi na iniciativa privada, conquistando liderança política e empresarial. Tive a honra de ter sido senador pelo DF durante quatro anos e tenho orgulho em dizer que formei a minha família em solo brasiliense, sendo esse o meu maior patrimônio.

Tudo isso representa muito mais do que sonhei alcançar e Brasília teve papel fundamental nessa história. A capital da esperança brindou a todos os pioneiros com oportunidades de crescimento, qualidade de vida e riqueza cultural. Esse é um legado que nós, representantes da Federação do Comércio, do Sesc, do Senac e do Instituto Fecomércio, nos sentimos obrigados a defender e a preservar. Essa é uma das razões pelas quais temos procurado investir em projetos de valorização de Brasília e fortalecimento das áreas de turismo, serviços, educação, esporte, lazer e cultura, que fazem parte do nosso Sistema.

Por meio da Fecomércio, realizamos um concurso que desenvolveu uma nova marca para cidade, original e democrática. Criamos um projeto para fortalecer o Natal, gerando desenvolvimento. E temos fomentado a atração de novos empreendimentos, assim como temos participado de todos os fóruns dos poderes Executivo e Legislativo voltados para zelar pela capital. Da mesma maneira, nos associamos a campanhas como Mexeu Com Brasília, Mexeu Comigo, ressaltando que nossa realidade não se resume à Esplanada dos Ministérios. Creio que este aniversário é mais um excelente momento para insistirmos nesse trabalho de defesa da nossa terra. E um dos melhores meios de retribuir a Brasília continua sendo lutar pela sua preservação.

Por